Ter um Livro entre mãos RSS

Ter um Livro entre mãos -

Se começar a pensar sobre a leitura, talvez tenha que revisitar toda a minha vida. No entanto, como o tempo e o espaço são escassos, irei mencionar algumas etapas como as mais marcantes de um percurso que, se começou com o ato de ler, mostrou também que muito mais há para encontrar e descobrir. Começarei, então, pelo começo, como as histórias de sempre. Era uma vez...  uma casa sem livros, com gente sem tempo para as palavras, porque o trabalho consumia a maior parte das horas e a escola reduzira-se a uma primária que pouco mais lhes havia dado que...

Ler mais

Ter um Livro entre mãos -

Aprendi a ler com os bardos, essas bibliotecas itinerantes da oralidade, pela mão da minha avó paterna, ainda os olhos não liam e as palavras eram um carreirinho de formigas mudas e quedas. Encontrei-me pela primeira vez com a leitura entre lengalengas e ladainhas, fábulas e estórias de encantar e ensinar que na hora de dormir saíam da boca terna da minha avó. Vezes havia que a noite era visitada pelas aventuras e peripécias desses heróis nortenhos que a história não registava. Para o meu mundo mais íntimo entrou então o Zé do Telhado, envolto em mistério e arrojo, nesse...

Ler mais

Ter um Livro entre mãos -

 Marcel Proust inicia assim a sua obra Sobre a Leitura: “Talvez não haja dias da nossa infância mais plenamente vividos que aqueles que passámos com um livro preferido” (Proust, 1998, p.21). É este excerto que apresento normalmente aos meus alunos do Ensino Superior quando iniciamos as aulas de Literatura Inclusiva e Promoção da Leitura ou de Educação Literária. A partir daqui vamos conversando sobre as memórias de cada um, relacionadas com livros. As primeiras remontam à idade do pré-escolar (3-5 anos). É inevitável a ternura na voz ao recordarem os momentos em roda, onde ouviam histórias contadas ou lidas pela...

Ler mais

Etiquetas
  • Tudo
  • Ter um Livro entre mãos